Quarta, 12 de Junho de 2024
15°C 32°C
Corrente, PI
Publicidade

Governo do Piauí lança programa para retirar 13 mil crianças da situação de desnutrição

Rafael Fonteles também liberou recursos a 51 entidades de inclusão e proteção social

10/06/2024 às 22h38 Atualizada em 12/06/2024 às 00h13
Por: Alessandro Guerra
Compartilhe:
Governo do Piauí lança programa para retirar 13 mil crianças da situação de desnutrição

Segundo a Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), 13.024 das 305.948 crianças do Piauí com idade de zero a seis anos sofrem com a desnutrição. O plano envolve diretamente os agentes comunitários de saúde, equipes de saúde da família, técnicos dos CRAS (Centros de Referência da Assistência Social) e equipes municipais do programa Criança Feliz.  A força-tarefa possibilitará também a articulação com programas da agricultura familiar e de fomento ao empreendedorismo.

image00052.jpeg

O governador Rafael Fonteles apontou que a força-tarefa visa erradicar a desnutrição no Piauí. “Ainda temos 13 mil crianças que estão nessa estatística e nossa meta é zerar. Então começamos com 50 municípios que têm um indicador maior numa cooperação com o Banco Mundial, especificamente para isso”, apontou.

Representando os 50 municípios pactuados, a prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira, destacou a importância desse trabalho em conjunto das prefeituras, Governo do Estado e entidades econômicas. “Nosso foco é não termos nenhuma criança desnutrida nos municípios piauienses. Essa pactuação com o Banco Mundial, com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), aqui através da Sesapi e da Sasc, levando exatamente esse fortalecimento para os municípios piauienses”, ressaltou.

image00046.jpeg

A secretária da Assistência Social, Regina Sousa, afirmou que a mortalidade infantil por desnutrição ainda é alta no Piauí e daí a importância do programa. “É um trabalho de enfrentamento para fazer diminuir esse índice de mortalidade que ainda acontece em alguns municípios porque ela é que puxa o IDH para baixo”, destacou a secretária.

O superintendente da Sesapi, Dirceu Campelo, explicou que o Governo do Estado vai realizar ações de fortalecimento, acompanhamento, capacitação dos profissionais de saúde, envolvidos no atendimento às crianças e também na atenção primária em saúde. “Tudo isso para garantir a segurança alimentar das crianças”, frisou.

R$ 8 milhões para entidades de inclusão social

Na mesma solenidade, o governador Rafael Fonteles entregou certificados no valor de R$ 8 milhões a 51 entidades de inclusão e proteção social.  Elas foram selecionadas pelo Sistema Estadual de Incentivo à Inclusão e Proteção Social, o SEIPS, que objetiva o desenvolvimento de ações de inclusão e promoção social, incentivo e a articulação das referidas ações, mediante adoção de mecanismos de parceria e colaboração.

O governador destacou que essa iniciativa busca levar os investimentos do estado diretamente para a ponta, diminuindo a burocracia. “O Estado investe esse recurso público desburocratizado para exatamente garantir essa multiplicação das ações, porque essas associações já contam com recursos desburocratizados, já tem o trabalho voluntário de muita gente, portanto isso potencializa a ação dessas entidades”,

Os recursos serão destinados a projetos que executam serviços socioassistenciais em todo o Piauí, alcançando público próprio da assistência social: crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e pessoas idosas. A ação é realizada pelas Secretarias da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, da Saúde e de Planejamento.

image00028.jpeg

Uma das entidades beneficiadas foi a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Ipiranga do Piauí. A presidente da APAE Ipiranga, destacou que com esse investimento, vai ser possível ampliar e assegurar os serviços oferecidos pela instituição. “Esse projeto é importante demais para nossa paz, empoderar para incluir na qualidade de melhoria dos nossos assistidos, das nossas famílias, a questão da inclusão, e do respeito. Então a gente trabalha fazendo tudo de melhor para nossos assistidos, porque eles merecem respeito e a inclusão e o amor acima de tudo”, declarou a presidente da instituição que foi beneficiada com o valor de R$ 67.266,00.

Entidades que participaram da solenidade:

APAE, do município de Luís Correia, que receberá R$ 180.744,80 para o projeto Acessibilidade Garantida

Centro de Organização Comunitária e Apoio  à Inclusão, de São João do Arraial, que receberá R$ 82.538,00 para o projeto Energia Para “Revolusolar”.

Cáritas Diocesana, de Campo Maior, que receberá R4 103.490,00 para o projeto Ampliação da Promoção das Ações Sociais da Cáritas Diocesana

Fundação Nossa Senhora da Paz, de Teresina, que receberá R$ 180.600,00 para o projeto Caminho para Sustentabilidade.

Apae de Ipiranga, que receberá R$ 67.266,00 para o projeto Empoderar Para Incluir

Centro Espírita Cristão Francisco de Assis, de Picos, que recebeu 160.000,00 para o projeto De Portas Abertas.

Apae de Simplício Mendes, que receberá R$ 152.408,50 para o projeto Inclusão Em Ação: Reformar e Equipar.

Associação Casa Dorca, de Floriano, que receberá R$ 157.858,94 para o projeto Trilhando Novo Horizonte.

Entrega de Certificados SEIPS e Assinatura d

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias