Domingo, 23 de Janeiro de 2022
31°

Pancada de chuva

Corrente - PI

Saúde Corrente

Com salários atrasados, servidores do hospital de Corrente paralisam atividades

De acordo com uma fonte, os servidores contratados, estão há quase 4 meses sem receber os vencimentos

27/04/2016 às 23h10 Atualizada em 28/04/2016 às 15h01
Por: Alessandro Guerra
Compartilhe:
Com salários atrasados, servidores do hospital de Corrente paralisam atividades

No inicio dessa semana, funcionários resolveram paralisar a limpeza do João Pachêco Cavalcante, alegando falta de pagamento.

De acordo com fontes do hospital, os servidores contratados, estão há quase 4 meses sem receber os vencimentos. A paralisação do pessoal da limpeza motivou outros setores a paralisarem também suas atividades.

A falta de pagamento de sevidores contratados e prestadores de serviço do Hospital foi uma das cláusulas elencadas no Termo de Ajuste de Conduta (TAC), celebrado entre a Secretaria de Saúde do Estado e Ministério Público. Na tarde desta terça-feira (26), a promotora do MP de Corrente, Gilvânia Alves Viana, esteve no hospital em reunião com a diretora Lindaura Perpétua (Peta), já nesta quarta-feira (27), alguns funcionários da limpeza retornaram a suas atividades.

Um dos motivos do atraso do pagamento, seria a exagerada contratação de pessoal, profissionais que trabalham há tempos no hospital realatam que nunca tinham presenciado tanta gente nos corredores do HRC como  na atualidade. O ministério público recebeu denúncia nesse sentido e investiga o caso.

O secretário de saúde do estado do Piauí, Francisco Costa, esteve na cidade de Corrente, no dia 7 de abril. O gestor veio ao município atendendo a uma convocação do Ministério Publico, e participou de uma reunião com a promotora do MP, vereadores, diretor clinico e administrativo do hospital, e em seguida vistou o centro cirúgico. Mas parece que a visita não trouxe uma solução definitiva para os contratados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias