Domingo, 19 de Setembro de 2021
(89) 999743718
Especiais Cristalândia

Projeto social inaugura Capela e parque infantil em Cristalândia do Piauí

Projeto homenageia criança morta em 1979, após se perder em uma mata

22/07/2019 18h41 Atualizada há 2 anos
Por: Alessandro Guerra
Projeto social inaugura Capela e parque infantil em Cristalândia do Piauí

O projeto social Caminhos da Esperança, em parceria com a construtora Queiroz Galvão, entregou a população de Cristalândia do Piauí, nos dias 20 e 21 de julho, a reforma de uma capela, um parque infantil e uma brinquedoteca. Homenagens, arraial, apresentação do coral infantil e atividades lúdicas marcaram  o evento. 

A programação teve início no sábado (20), com uma homenagem a Eleuza Lacerda Viana, gêmea, de 3 anos, que morreu perdida numa mata em 1979. As primas, Débora, 7 anos e Marianny, 3 anos, que morreram afogadas em julho de 2019 também foram homenageadas.

Norivan Lisboa com Euza Lacerda Viana, irmã gêmea de Eleuza e as mães de Débora e Marianny

Em seguida foi reinaugurada a capelinha erguida há 40 anos em homenagem à menina que desapareceu e foi encontrada morta próximo à BR-135 por um funcionário da Construtora Queiroz Galvão, responsável pela pavimentação da rodovia na época. 

Já no domingo (21), o projeto inaugurou o primeiro parque infantil da cidade, em um espaço que abriga também uma brinquedoteca onde as crianças têm acesso a brinquedos, música e dança. 

Entenda a história da capela

No ano de 1979, a Construtora Queiroz Galvão, realizava a pavimentação da BR-135, próximo à cidade. Foi quando Eleuza, criança de três anos de idade, se perdeu na mata. Ao receber a notícia, o chefe geral da obra imediatamente organizou a equipe para se juntar à busca da menina. Nossos colaboradores a encontraram, mas ela não resistiu e faleceu. Em sua homenagem, ergueram a capelinha.

Convidada pelo projeto social Caminhos da Esperança, a construtora voltou à cidade para celebrar a memória de Eleuza. O projeto construído em homenagem a garotinha garante o desenvolvimento saudável por meio da cultura, do lazer e do esporte para cerca de 40 crianças e deve expandir para mais 200 a partir de agosto.

A fundadora Norivan Lisboa, busca novas parcerias para a construção  de uma escola de artes e educação e uma quadra de esportes.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias