Terça, 26 de maio de 2020
(89) 999 743 718
Geral

17/05/2020 ás 19h05 - atualizada em 18/05/2020 ás 10h50

Alessandro Guerra

Corrente / PI

Projeto Social arrecada mais de 20 toneladas de alimentos para famílias em Cristalândia
Ação conta com financiamento da Fundação Banco do Brasil
Projeto Social arrecada mais de 20 toneladas de alimentos para famílias em Cristalândia
Foto: Alessandro Guerra

Uma ação da ONG Caminhos da Esperança, com o apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB), iniciou a entrega, no último sábado (16), de cestas básicas e kits de higiene para famílias do município de Cristalândia do Piauí. Mais de 20 toneladas de alimentos serão distribuídas para famílias carentes e do grupo de risco da Covid- 19. 


Os alimentos foram financiados pela Fundação Banco do Brasil, após aprovação de um projeto liderado pela ONG Caminhos da Esperança. O projeto conta com a parceria dos Sindicatos dos Servidores Municipais e dos trabalhadoras rurais.


Além das famílias que receberão as cestas básicas, o comércio local também foi beneficiado, uma vez que boa parte das compras foi realizada nos pequenos mercados e mercearias. 


A presidente da ONG, Caminhos da Esperança, Norivan Lisboa, destacou que o projeto não mediu esforços para ajudar as famílias Cristalândenses nesse momento de isolamento social. “A gente agradece ao Banco do Brasil por estar nos proporcionando isso. É um momento de união, estamos passando por um momento delicado no nosso pais, e a gente precisa realmente fazer todo esforço possível para ajudar as pessoas. Fico feliz com o resultado alcançado e mais ainda quando vejo o sorriso no rosto das pessoas quando recebem a cesta básica”.


Acompanhado do gerente Alan Antoni Bouwmam, o servidor Joelson Santos, destacou a satisfação da Fundação Banco do Brasil em participar da ação, e classificou o momento como gratificante. “É muito gratificante para nós através da fundação BB poder participar de um movimento como esse e, saber que ainda existem pessoas que se preocupam como próximo, pessoas que não estão alheias as necessidades dos outros”.


Sobrevivendo apenas com uma renda do Bolsa Família, Maria de Lurdes, mãe de 8 filhos agradeceu a ajuda. “Foi uma benção de Deus num momento difícil como esse, vai ajudar muito”


Para evitar aglomerações a distribuição das cestas básicas será de casa em casa, com o apoio dos Agentes de Saúde de cada localidade do município.


O projeto que começou com 40 crianças em janeiro de 2019, atualmente atende 300. 

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium