Sexta, 21 de junho de 2018
(89) 999 743 718
Geral

11/12/2017 ás 01h50 - atualizada em 12/12/2017 ás 17h59

Alessandro Guerra

Corrente / PI

Policial e tatuador bastante conhecido no Extremo Sul do Piauí morre em Teresina
A morte de Aydon Tattoo gerou uma grande comoção na redes sociais
Policial e tatuador bastante conhecido no Extremo Sul do Piauí morre em Teresina

O policial militar e tatuador Aydon Aristóteles e Silva Fonteneles, 35 anos, morreu no inicio da noite deste domingo (11), na capital Teresina. Conhecido como Aydon Tattoo, o policial que atuou no 7º BPM era casado com uma Correntina, e era bastante conhecido e querido na região do Extremo Sul Piauiense.


As primeiras informações dão conta de que ele estava em um sitio em Teresina, em uma confraternização com amigos, após um mergulho foi encontrado afogado no fundo da piscina. A partida prematura de Aydon, gerou uma grande comoção na redes sociais várias pessoas postaram fotos de tatuagens de autoria do tatuador como uma forma de homenagem.


“Perder uma pessoa que me incentivou a ser cantor, que me fez acreditar na música é muito triste, vai em paz Aydon, obrigado por tudo”. Disse o cantor Tetezinho.


“Aydon, literalmente você deixou a sua marca em várias pessoas. Tatto era a sua marca. Descanse em paz”. Registrou a advogada, Adriana Cruz.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium